Site 28. set, 2015

Iván Qurino

Quando canto

Me encanto...

Num canto em sorriso

Em compasso preciso

Da ritimada percussão

Do coração...